Trata-se de um processo de tratamento do aparelho auditivo (puramente físico) sem recurso a químicos ou introdução de qualquer objeto dentro do ouvido, que, além de proceder à limpeza da cavidade auditiva, proporciona um grande alívio de todas as vias aéreas superiores (seios da face) e relaxamento.

Tratamento ideal para pessoas com problemas de irritação nos ouvidos, eliminação de água, eliminação de cera, para regular a pressão (pós viagem de avião, por exemplo), sinusites, rinites, otites, zumbidos/ruídos auditivos e alguns tipos de dor de cabeça, enxaquecas, constipações, resfriados, gripes, dores de garganta, náuseas, vertigens, herpes do ouvido, drenagem do canal lacrimal, asma. Revitalização energética em casos de problemas auditivos (surdez passageira ou devido a idade), efeito relaxante e calmante em caso de stress.

Terapia natural usada desde há milhares de anos. A magia do fogo sempre fascinou o ser humano desde o começo dos tempos. Dominando este elemento, ele pôs à sua disposição a luz e o calor. Esta fascinação está manifestada nas Velas Hopi. Por isso são reconhecidas desde os primórdios em diferentes culturas como um meio de cura.

A sua raiz histórica pode encontrar-se entre os povos da Sibéria, Ásia e índios nativos da América do norte e do sul. As velas chamam-se Hopi porque foi à tribo que trouxe esta terapia para a Europa. Hopi significa ‘gente de paz’.

Estas velas são feitas de parafina, cera de abelha, algodão (eventualmente pode-se utilizar ervas medicinais e aromáticas) . Quando se acendem há um agradável crepitar da chama. Uma ligeira ação de sucção (efeito chaminé) e o movimento da chama criam uma vibração de ar que gera uma suave massagem no tímpano.

Isto tem um efeito imediato de regular e equilibrar a pressão no ouvido. Além disso, o calor aplicado localmente estimula a circulação sanguínea na região, tonifica o sistema imunológico e o fluxo circulatório limpa as toxinas das glândulas linfáticas.

Esta terapia pode ajudar a limpar os canais respiratórios, as vias aéreas superiores e a melhorar o olfato alem de proporcionar uma sensação bem-estar e tranqüilidade. O mínimo indicado é de três aplicações e o tratamento ideal são de 12 aplicações.

Existem pequenas diferenças de cor e de comprimento das Velas Hopi, por se tratar de um processo de produção artesanal.

Precauções:

Se o paciente sofrer de doenças crônicas (otites, por exemplo) ou agudas deve consultar obrigatoriamente o (a) médico (a) terapeuta de sua confiança anteriormente.

Não se deve aplicar as velas em casos de tímpano perfurado e de cavidade timpânicas implantadas, assim como em todos os casos de infecções nos ouvidos, doenças da pele na região da orelha e na área auricular ou alergia e hipersensibilidade aos seus componentes – cera de abelha e parafina.

As reações alérgicas devido aos componentes são extremamente raras. Estas se revelam como uma pequena coceira na região.

As Velas Hopi não são um medicamento, mas uma terapia ou técnica de ajuda no alívio dos sintomas acima referidos, bem como, não se trata de um meio de limpeza da cera dos ouvidos.