Desde que o primeiro homem massageou o próprio corpo ferido na tentativa de aliviar a dor a idéia do Do-in já estava formada. Após sentir que um simples toque não era apenas reconfortante mas também terapêutico, o homem primitivo passou a perceber a existência de uma relação direta entre determinados pontos distribuídos por seu corpo e uma espécie de energia fluindo entre eles.

O conhecimento desses pontos aliado à compreensão gradativa do movimentos instintivos dos corpos, como o ato de espreguiçar-se, de se coçar e toda uma variedade de manifestações do copo, proporcionou aos povos antigos o desenvolvimento de uma prática auto-estimuladora que constitui parte básica da cultura humana: a habilidade de curar a si mesmo e harmonizar o movimento interior com o próprio cosmos.

A palavra Do, deriva de Tao. O Tao não é definido. Contudo, criou-se um atributo: “caminho aparente de sol”. O “caminho aparente de sol” traz a idéia de movimento, a idéia de círculo.

A palavra In significa casa. Assim, o DO-In pode ser definido como “Caminho de Casa”. A casa é uma referência ao próprio corpo.

Para complementar a definição acima: o Do-In é um conjunto de atividades físicas com intuito de se alcançar o auto-conhecimento, o equilíbrio interno e a prevenção de enfermidades.

O que são atividades físicas? As atividades físicas são exercícios físicos; exercícios respiratórios e, exercícios meditativos aliados a técnicas de auto-manipulação.

A prática do Do-In – Auto-massagem:

Lugar: De preferência, realize sua prática sempre no mesmo lugar. Escolha o lugar mais tranquilo e ventilado de sua casa. Se quiser, acenda um incenso.

Horário: É aconselhável praticar Do-In de manhã em jejum. O corpo estará completamente desperto e a sonolência, que por vezes se prolonga o dia inteiro, será eliminada. Se você dispõe de pouco tempo, acorde 1 hora mais cedo, pois a prática do Do-In substitui com vantagem 1 hora de sono. A série poderá ser repetida à tardinha, para eliminar as tensões do dia. O importante é fazer sempre. Cuide de você, não adie.

As manipulações utilizadas no Do-In são constituídas de sete manobras básicas:

1. Fricção;

2. Pressão – Pressão contínua ou repetida com as unhas, ou pontas dos dedos, precisamente nos pontos de energia.

3. Percussão – Com as pontas dos dedos ou mãos espalmadas.

4. Torção e amassamento.

5. Beliscamento – beliscar e sacudir a pele em certas áreas específicas, ou seguindo o meridiano no sentido do fluxo da energia.

6. Massagem Linear – com a ponta dos dedos unidos, percorrendo o meridiano no sentido do fluxo da energia.

7. Agitação – sacudir mãos, braços, pernas, pés, cabeça ou corpo inteiro, para eliminação.