Com excessiva freqüência os seres humanos se desconectam da poderosa fonte de energia e passam a se sentir fracos e inseguros. Para obter energia, costumamos manipular os outros ou obrigá-los a nos dar atenção, e, por conseguinte, energia. Quando conseguimos dominar as outras pessoas dessa maneira, nós nos sentimos mais poderosos, mas elas se sentem enfraquecidas e freqüentemente reagem e nos agridem. A competição pela escassa energia humana é a causa de todos os conflitos entre as pessoas.

Usando a quarta visão com atitudes destinadas a manter sua energia concentrada e livre:

– Permaneça presente no momento;

– Seja seu eu autêntico – seja verdadeiro;

– Preste atenção os seus sentimentos;

– Ouça atentamente – esclareça o que você escuta;

– Mantenha seu ego no estado Adulto;

– Concentre-se no que você quer sentir;

– Diga a verdade como você a sente;

– Livre-se do apego a um único resultado;

– Deixe o mistério desenredar-se;

– Permaneça aberto;

Resumo da quarta visão:

A quarta visão é a consciência de que os seres humanos com freqüência rompem sua ligação interior com a energia mística. Em decorrência disto, temos tido a tendência de nos sentirmos fracos e inseguros, e com freqüência procuramos nos reerguer sugando energia de outros seres humanos. Fazemos isso tentando manipular ou dominar a atenção dos outros. Quando conseguimos conquistar à força a atenção de uma pessoa, somos impulsionados pela energia dela, o que nos torna mais fortes, mas enfraquece a outra pessoa. Com freqüência os outros se rebelam contra esta usurpação da sua força, gerando uma luta pelo poder. Todos os conflitos do mundo têm origem nessa luta pela energia humana.

Fonte: Guia de Leitura de A Profecia Celestina – James Redfield & Carol Adrienne