Está ocorrendo um novo despertar espiritual na cultura humana, um despertar ocasionado por uma massa crítica de indivíduos que vivencia a vida como uma expansão espiritual, uma jornada na qual somos conduzidos para a frente por misteriosas coincidências.

Reconhecer a importância da coincidência é entender, que o universo responde à nossa consciência e expectativas – criando as oportunidades fortuitas que nos fazem seguir adiante.

A vida é muito mais do que a sobrevivência materialista ou mera confiança intelectual na fé. A vida é espiritualmente dinâmica.

Usando a primeira visão e ampliando seu benefício:

– Tenha consciência de que a sua vida tem um objetivo e que os eventos acontecem com um motivo;

– Inicie o processo de descobrir o significado por trás de cada evento da vida;

– Reconheça a energia agitada como um indício da necessidade de mudar e de uma conscientização mais profunda. Escute seu corpo;

– Compreenda que aquilo em que você se concentra irá se expandir;

– Preste atenção quando você sentir um sinal de que deve falar com alguém que poderá ajudá-lo a lidar com suas perguntas atuais. Aonde foi sua atenção? O que observou hoje?;

– Confie em seu processo. Viva a sua vida permitindo-se ser guiado e não perseguindo um conjunto de metas que você impingiu a si mesmo. Saiba que você está efetivando o destino da sua vida;

– Inicie um diário pessoal e registre os eventos sincronísticos. Escrever um diário é uma boa maneira de elucidar os pensamentos;

Resumo da Primeira visão:

A primeira visão é a visão do despertar. Contemplamos nossa vida e percebemos que existe mais coisa acontecendo do que imaginávamos. Além das nossas rotinas e desafios do dia-a-dia, podemos detectar a influência do elemento divino: “coincidências significativas” que parecem estar nos enviando mensagens e nos conduzindo a uma direção particular. No início apenas vislumbramos essas coincidências enquanto passamos rapidamente por elas, praticamente sem notá-las.

Finalmente, porém, começamos a diminuir a velocidade e examinar mais de perto esses eventos. Receptivos e alertas somos mais capazes de detectar o evento sincronístico seguinte. As coincidências parecem fluir e refluir, algumas vezes avançando rapidamente numa rápida sucessão, outras nos deixando quietos. Contudo, sabemos que descobrimos os processos da alma que guia nossa vida para frente. As visões remanescentes mostram como aumentar a freqüência dessa misteriosa sincronicidade e descobrir o destino final em direção ao qual estamos sendo levados.

Fonte: Guia de Leitura de A Profecia Celestina – James Redfield & Carol Adrienne